Editora Games: Breach

Breach

http://www.editoragames.com.br/2017/02/breach.html












Breach

A atmosfera de Breach gira em torno das operações misteriosas da Divisão de Atividades Especiais da famosa CIA. Quanto à jogabilidade, os desenvolvedores da Atomic Games empregaram tecnologias parecidas com o que consta em Six Days of Fallujah. 


A diferença é que este título é um FPS — game de tiro em perspectiva de primeira pessoa — que vai direto ao ponto: combates furiosos entre jogadores.

Há divisão por classes, sendo que há a possibilidade de mudar de classe a cada "respawn" (tempo entre uma morte e outra). Bons exemplos são o Gunner, que conta com uma metralhadora M60 — poderosa, mas pouco precisa — e o Recon, que equipa um rifle. Além disso, os "gadgets" aparecem para diversificar ainda mais ação, como a "orelha biônica" e o localizador de franco-atiradores ("snipers").

Vale lembrar que o projétil do rifle é capaz de atravessar certas superfícies. Falando em superfícies, quase todos os objetos do cenário podem ser destruídos. Atire em colunas e o teto esmagará seus inimigos. 


De longe, exploda o chão de um andar e os seus oponentes sofrerão uma queda e tanto. É claro que há aqueles que preferem utilizar a bazuca de forma indiscriminada, destruindo tudo.

Este jogo conta, ainda, com um sistema de cobertura parecido com o que ocorre em jogos de tiro em perspectiva de terceira pessoa. 


Através de um comando realizado em um muro ou objeto, o jogador verá o personagem se movimentar em perspectiva de terceira pessoa. Com isso, é possível espiar pelas beiradas da cobertura e ficar protegido (temporariamente, pelo menos) do fogo inimigo.

Fonte: Tecmundo


Informações Técnicas

Distribuidora:
Tripwire
Desenvolvedora:
Atomic Games
Número de Jogadores:
1-16
Opção Multiplayer:
Sim
ESRB:
+15anos
Plataformas: PC/Xbox360





Nenhum comentário:

Postar um comentário